Membros

quarta-feira

Sobre o Duplo Produto Vetorial e Generalizações

Neste post veremos um tipo de produto que raramente é apresentado na disciplina de Geometria Analítica ou Cálculo Vetorial.

Trata-se do duplo produto vetorial que possui valores diferentes conforme a forma que associamos os vetores [;\vec{u};], [;\vec{v};] e [;\vec{w};].

Proposição 1: [;(\vec{u}\times \vec{v})\times \vec{w};] pertence ao plano definido pelos vetores [;\vec{u};] e [;\vec{v};] e é dado por

[;(\vec{u}\times \vec{v})\times \vec{w} = (\vec{u}\cdot \vec{w})\vec{v} - (\vec{v}\cdot \vec{w})\vec{u} \qquad (1);]

ou seja, "O duplo produto vetorial [;(\vec{u}\times \vec{v})\times \vec{w};] é igual a diferença entre de dois vetores, cujo coeficiente do primeiro termo é igual ao produto escalar do primeiro com o terceiro vetor e o coeficiente do segundo vetor é igual ao produto escalar do segundo pelo terceiro vetor".

Demonstração: Na figura acima, [;\vec{u}\times \vec{v};] é perpendicular ao plano formado pelos vetores [;\vec{u};] e [;\vec{v};]. Portanto, [;(\vec{u}\times \vec{v})\times \vec{w};] é perpendicular a [;\vec{u}\times \vec{v};], e deste modo, deve estar contido no plano definido pelos vetores [;\vec{u};] e [;\vec{v};]. Assim, existem [;a,b \in \mathbb{R};] tal que

[;(\vec{u}\times \vec{v})\times \vec{w} = a\vec{u} + b\vec{v} \qquad (2);]

Sendo [;(\vec{u}\times \vec{v})\times \vec{w} \perp \vec{w};], segue que [;0 = [(\vec{u}\times \vec{v})\times \vec{w}]\cdot \vec{w} = a\vec{u}\cdot \vec{w} + b\vec{v}\cdot \vec{w} \quad \Rightarrow;] [;a\vec{u}\cdot \vec{w} = -b\vec{v}\cdot \vec{w} \quad \Rightarrow;]

[;a = - b\frac{\vec{v}\cdot \vec{w}}{\vec{u}\cdot \vec{w}} \qquad (3);]
Substituindo [;(3);] em [;(2);], temos

[;(\vec{u}\times \vec{v})\times \vec{w} = -b\frac{\vec{v}\cdot \vec{w}}{\vec{u}\cdot \vec{w}}\vec{u} + b\vec{v} = -\frac{b}{\vec{u}\cdot \vec{w}}[(\vec{u}\cdot \vec{w})\vec{v} - (\vec{v}\cdot \vec{w})\vec{u}];]
ou seja,


No caso particular em que [;\vec{u} = \vec{w};], temos:

[;(\vec{u}\times \vec{v})\times \vec{u} = \lambda [\mid \vec{u} \mid^2 \vec{v} - (\vec{v}\cdot \vec{u})\vec{u}] \qquad (5);]

Tomando o produto escalar em [;(5);], segue que

[;(\vec{u}\times \vec{v})\times \vec{u}\cdot \vec{v} = \lambda [\mid \vec{u}\mid^2 \vec{v}\cdot \vec{v} - (\vec{v}\cdot \vec{u})\vec{u}\cdot \vec{v}];]

Usando o fato que [;\times;] e [;\cdot;] permutam-se no produto misto, podemos escrever

[;(\vec{u}\times \vec{v})\cdot (\vec{u}\times \vec{v}) = \lambda [\mid \vec {u}\mid^2\mid \vec{v}\mid^2 - (\vec{u}\cdot \vec{v})^2];]

Pela identidade de Lagrange,

[;\mid \vec{u} \mid^2\mid \vec{v} \mid^2 - (\vec{u}\cdot \vec{v})^2 = \mid \vec{u}\times \vec{v}\mid^2;]

Assim, [;\mid \vec{u}\times \vec{v}\mid^2 = \lambda \mid \vec{u}\times \vec{v} \mid^2 \quad \Rightarrow \quad \lambda = 1;]. Substituindo este valor na expressão [;(4);], provamos a Proposição.

Observação 1: Podemos escrever a expressão na forma de um determinante [;2\times 2;], isto é:

[;(\vec{u}\times \vec{v})\times \vec{w} = (\vec{u}\cdot \vec{w})\vec{v} - (\vec{v}\cdot \vec{w})\vec{u} = \begin{vmatrix}\vec{u}\cdot \vec{w} & \vec{v}\cdot \vec{w}\\\vec{u} & \vec{v}\\ \end{vmatrix};]

Observação 2: Sendo

[;\vec{u}\times (\vec{v}\times \vec{w}) = - (\vec{v}\times \vec{w})\times \vec{u} = - \begin{vmatrix}\vec{v}\cdot \vec{u} & \vec{w}\cdot \vec{u}\\ \vec{v} & \vec{w}\\ \end{vmatrix};]

[;= (\vec{w}\cdot \vec{u})\vec{v} - (\vec{u}\cdot \vec{v})\vec{w} = (\vec{u}\cdot \vec{w})\vec{v} - (\vec{u}\cdot \vec{v})\vec{w};]

concluímos que [;(\vec{u}\times \vec{v})\times \vec{w} \neq \vec{u}\times (\vec{v}\times \vec{w});].

Exemplo 1: Mostre que

[;(\vec{a}\times \vec{b})\times (\vec{c}\times \vec{d}) = (\vec{a},\vec{c},\vec{d})\vec{b} - (\vec{b},\vec{c},\vec{d})\vec{a};]

Resolução: De fato, seja [;\vec{u} = \vec{c}\times \vec{d};]. Assim,

[;(\vec{a}\times \vec{b})\times (\vec{c}\times \vec{d}) = (\vec{a}\times \vec{b})\times \vec{u} = (\vec{a}\cdot \vec{u})\vec{b} - (\vec{b}\cdot \vec{u})\vec{a};]

[;= [\vec{a}\cdot (\vec{c}\times \vec{d})]\vec{b} - [\vec{b}\cdot (\vec{c}\times \vec{d})]\vec{a} = (\vec{a},\vec{c},\vec{d})\vec{b} - (\vec{b},\vec{c},\vec{d})a;]

Exemplo 2: Prove que [;\vec{a}[\vec{a}\times (\vec{a}\times \vec{b})] = \mid \vec{a}\mid^2(\vec{b}\times \vec{a});].

Resolução: Sendo [;\vec{a}\times (\vec{a}\times \vec{b}) = (\vec{a}\cdot \vec{b})\vec{a} - (\vec{a}\cdot \vec{a})\vec{b};], então

[;\vec{a}\times [\vec{a}\times (\vec{a}\times \vec{b})] = \vec{a}\times [(\vec{a}\cdot \vec{b})\vec{a} - \mid \vec{a}\mid^2 \vec{b}] = (\vec{a}\cdot \vec{b})(\vec{a}\times \vec{a}) - \mid \vec{a}\mid^2(\vec{a}\times \vec{b});]

[; = \mid \vec{a}\mid^2(\vec{b}\cdot \vec{a});]

Exemplo 3: Mostre que

[;(\vec{u}\times \vec{v})\times \vec{w} = (\vec{u}\cdot \vec{w})\vec{v} - (\vec{v}\cdot \vec{w})\vec{u} = \begin{vmatrix}\vec{a}\cdot \vec{c} & \vec{b}\cdot \vec{c}\\ \vec{a}\cdot \vec{d} & \vec{b}\cdot \vec{d}\\ \end{vmatrix};]

Resolução: De fato, seja [;\vec{u} = \vec{a}\times \vec{b};]. Assim,

[;(\vec{a}\times \vec{b})\cdot (\vec{c}\times \vec{d}) = \vec{u}\cdot (\vec{c}\times \vec{d}) = (\vec{u}\times \vec{c})\cdot \vec{d};]

[; = [(\vec{a}\times \vec{b})\times \vec{c}]\cdot \vec{d} = [(\vec{a}\cdot \vec{c})\vec{b} - (\vec{b}\cdot \vec{c})\vec{a}]\cdot \vec{d};]

[; = (\vec{a}\cdot \vec{c})(\vec{b}\cdot \vec{d}) - (\vec{a}\cdot \vec{d})(\vec{b}\cdot \vec{c});]
donde segue o resultado.

Exercícios Propostos:

[;1);] Prove que [;(\vec{u}\times \vec{v})\cdot \vec{w} = \vec{u}\cdot (\vec{v}\times \vec{w});].

[;2);] Mostre que
[;\begin{vmatrix}\vec{a}\cdot \vec{a} & \vec{a}\cdot \vec{b}\\ \vec{a}\cdot \vec{b} & \vec{b}\cdot \vec{b}\\ \end{vmatrix} = \mid \vec{a}\times \vec{b}\mid^2;]

Sugestão: Faça [;\vec{c} = \vec{a};] e [;\vec{d} = \vec{b};] no exemplo 3.

[;3);] Prove a identidade [;(\vec{a} + \vec{b})\cdot (\vec{a}\times \vec{c})\times (\vec{a} + \vec{b}) = 0;].

[;4);] Mostre que [;(\vec{v}\times \vec{w})\times (\vec{w}\times \vec{u})\times (\vec{u}\times \vec{v}) = (\vec{u},\vec{v},\vec{w})^2;].

[;5);] Prove a identidade de Lagrange:

[;\mid \vec{u}\times \vec{v}\mid^2 + (\vec{u}\cdot \vec{v})^2 = \mid \vec{u}\mid^2 \mid \vec{v}\mid^2;].

Gostará de ler também:
- Sobre o Produto Escalar;
- Sobre o Produto Vetorial;
- Sobre o Produto Misto;
- O Produto Escalar de Dois Números Complexos;
- O Produto Vetorial de Dois Números Complexos.

7 comentários:

  1. Oi! eu nao intendi so uma coisa,, Qual o significado geometrico do duplo produto vetoral, quer dizer , o produto misto representa, em modulo, o volume o outro la que eue esqueci o nome representa, em modulo, a area, mas e esse tem algum significado assim?

    ResponderExcluir
  2. Este produto tem aplicações em trigonometria esférica e física. Irei elaborar um post sobre isso. Obrigado pelo comentário e volte sempre.

    ResponderExcluir
  3. Olá Sérgio. Na figura do topo da página ao meu ver tem algum equívoco como os vetores normais. Por exemplo: u x v = n, vetor normal, deveria estar na direção de w. Agora, imaginando que o meu problema seja de visualização e que n e w estejam corretos ainda teria um problema pois, (u x v) x w, deveria estar para dentro do paralelepípedo. Espero que eu esteja certo. Aprecio seu trabalho com este blog, ótimos artigos que muitas vezes só encontramos similares em sites estrangeiros! Estimas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na figura acima, u x v está na direção de w, saindo do plano formado por eles. Quanto ao vetor (u x v) x w, na época que eu fiz a figura não analisei o fato dele estar para dentro ou para fora do paralelepípedo, pois o importante é saber que que ele pertence ao plano formado pelos vetores u e v. Obrigado pela leitura atenta e volte sempre.

      Excluir
  4. Olá, bom dia!
    meu nome é Evanildo, estou no 1º ano de engenharia elétrica, até então não tinha conhecimento de vetores, Infelizmente não tive estudo regular do ensino médio, o meu certificado de 2º eu obtive realizando as provas do Enem que me dava direito a tal certificado, confesso que esta sendo grande a dificuldade, eme acompanhar as disciplinas.
    Caro prof, qual livro o senhor me recomenda para que eu possa acompanhar o ensino sobre vetores?
    Eu gosto muito de matemática, e estou disposto a aprender e pratica-la a qualquer custo. A minha prof de CVGA, adoudou um livro que na minha opinião, não nos ajuda a compreender o tema, o livro escrito por ela e seu marido, " ANA CELIA DA COSTA LORETO & ARMANDO PEREIRA LORETO JUNIOR" "VETORES E GEOMETRIA ANALITICA "
    Espero que o senhor possa me ajudar, pois as minhas 1º provas infelizmente minhas notas são seradas. :(

    ResponderExcluir