Membros

domingo

O Método da Chave Para Extrair Raízes Cúbicas

Extrair a raiz cúbica de um número é decompô-lo em três fatores iguais, ou achar um número que multiplicado com o seu quadrado produz o número dado.

Para compreender o processo da extração da raiz cúbica, é necessário conhecermos o seguinte fato:

"O cubo de um número composto de unidades e dezenas é igual ao cubo das dezenas, mais três vezes o quadrado das unidades, mais três vezes as dezenas multiplicadas pelo quadrado das unidades, mais o cubo das unidades".


De fato, seja [;N = 10a + b;]. Então

[;N^3 = (10a + b)^3 = (10a)^3 + 3(10a)^2b + 3(10a)b^2 + b^3;]
[;=1000a^3 + 300a^2b + 30ab^2 + b^3;]

Também é necessário conhecer de cór o cubo dos dez primeiros naturais, ou seja:

[;1^3 = 1, \quad 2^3 =8, \quad 3^3 = 27, \quad 4^3 = 64, \quad 5^3 = 125;]
[;6^3 = 216, \quad 7^3 = 343, \quad 8^3 = 512, \quad 9^3 = 729, \quad 10^3 = 1000;]

Os passos que devem ser seguidos neste algoritmo são:

1) Dividir o número dado em classes de três algarismos, e quantos classes tiver o número, tantos algarismos terá a raiz cúbica. A última classe da esquerda pode ter um, dois ou três algarismos, mas é sempre contada como uma classe.

Por exemplo, o número [;N = 2744;], fica dividido em duas classes: [;2;] e [;744;]. Portanto, a raiz cúbica deste número terá dois algarismos.

2) Achar o maior cubo perfeito contido na primeira classe da esquerda e escrever a sua raiz ao lado direito do número em forma de divisor. Subtrai-se o cubo perfeito da primeira classe, e o resto junto com a segunda classe formará o novo dividendo. Por exemplo, para [;N = 21.952;], temos:

3) Quadra-se a raiz achada e multiplica-se por [;300;]; o produto será o primeiro divisor auxiliar. Divide-se o dividendo pelo divisor auxiliar; e o quociente será o segundo algarismo auxiliar da raiz. Multiplica-se este último algarismo achado pelo primeiro e depois por [;30;]; quadra-se ainda este último algarismo da raiz, e adicionando-se estas duas quantidades com o divisor auxiliar, a soma será o divisor completo.

Observação 1: Na divisão do dividendo pelo divisor auxilar, pode ocorrer que o quociente sejá maior que [;9;]. Neste caso, adota-se o algarismo [;9;] como candidato a algarismo da raiz cúbica.

4) Neste último passo, multiplica-se o divisor completo pelo último algarismo da raiz e o produto subtrai-se do novo dividendo, e o resto, junto com a classe seguinte, formará um novo dividendo; e assim se procede até todas as classes serem divididas.

Observação 2: Se o produto do divisor completo pelo último algarismo da raiz for maior que o novo dividendo, devemos adotar como último algarismo um número uma unidade menor e assim por diante.

Exemplo 1: Use o método da chave para obter [;\sqrt[3]{2744};].

Resolução: Analise a figura abaixo e conclua que todos os passos acima foram usados.
Logo, [;\sqrt[3]{2744} = 14;].

Exemplo 2: Use o método da chave e calcule [;\sqrt[3]{2};] com duas casas decimais exatas.

Resolução: Para cada casa decimal, adicionamos uma classe. Assim, devemos extrair a [;\sqrt[3]{2.000.000};] e deslocar a vírgula duas casas para a esquerda, pois

[;\sqrt[3]{2} = \sqrt[3]{2\times 10^6 \times 10^{-6}} = \sqrt[3]{2.000.000}\times 10^{-2};]

Todos os passos estão detalhados na figura abaixo. Caso necessário, click na imagem para ampliá-la.
Logo, com duas casas decimais exatas é [;\sqrt[3]{2} = 1,25;].

Gostará de ler também:
- O Método da Chave Para Extrair Raízes Quadradas;
- O Método da Chave Invertida Para Achar a Solução Particular de Algumas EDO´s;
- Um Método Para Extrair Raízes Quadradas.

22 comentários:

  1. Fábio Alexandre26 de maio de 2011 19:02

    Eu sei um jeito mais fácil.

    Exemplo: raiz cúbica de 912.673

    Utilizando a primeira parte, temos que o cubo mais próximo da primeira classe é 729, que é 9 ao cubo.

    Então, o primeiro algarismo é 9.

    O segundo algarismo é determinado pelo último algarismo do cubo, ou seja, o último algarismo de 912.673 é o 3.
    O único cubo (entre 1 e 10) que termina em 3 é o do 7 (343), logo, o segundo algarismo é 7.

    logo, 912.673 = 97³

    Obrigado.

    ResponderExcluir
  2. Observe que o seu método aplica-se apenas aos compreendidos entre 1 e 1.000.000 ou pode ser generalizado?. Mesmo assim, ele é muito interessante e veio com certeza enriquecer o post. Seria interessante ver uma explicação algébrica. Obrigado e volte sempre!

    ResponderExcluir
  3. Fábio Alexandre28 de maio de 2011 14:25

    KKKKKK
    Obrigado Paulo Sérgio.
    Eu acho que funciona com todos, mas não podemos trabalhar com "achismos".
    Vou trabalhar nessa pesquisa.
    Eu tenho 15 anos e vou prestar vestibular esse ano para Bacharelado em Matemática.
    Por favor, vamos manter contato por e-mail. Gosto de conversar sobre matemáticas.
    fabioalexandre75@hotmail.com
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  4. se no lugar de raiz cúbica fosse raiz sétima de um numero alto como esse: 1172544, como calcular?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acima de raízes cúbicas, métodos semelhantes ao exposto acima ficam inviáveis e é preferível usar métodos aproximativos tais como o método de Newton, bisseção, etc. Obrigado pelo comentário e volte sempre!

      Excluir
  5. se fosse supondo , raiz cubica de 5 elevado ao quadrado ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você iria extrair a raiz cúbica de 25. Se quiser duas casas decimais exatas, coloque 6 zeros na frente do 25. Veja os exemplos acima.

      Excluir
  6. qual o valor de x, sabendo que a raiz cubica de x+2=2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se rc(x + 2) = 2, elevando ao cubo ambos os lados, então x + 2 = 2^3 => x + 2 = 8 => x = 6.

      Excluir
  7. Bom dia.
    Como extrair a raíz cúbica de 1,9420?Qual é o resultado e como calcular?
    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para extrair a raiz cúbica através do procedimento acima com duas casas decimais exatas, multiplicamos 1,9420 por 1.000.000 = 10^6 e dividimos por 10^(-6). Veja o exemplo 2 acima, onde extraiu a raiz cúbica de 2. Assim, aplica-se o método para 1.942.000 e depois desloca-se a vírgula duas casas para a esquerda.

      Excluir
  8. Como calcular a raiz cúbica de 54?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeiro você tem que estabelecer o número de casas decimais que deseja. Se for com uma calculamos a raiz cúbica de 54000 pelo método exposto acima e depois dividimos o resultado por 10.

      Excluir
  9. Implementei esse algoritmo para quaisquer raízes no Excel.

    Quem quiser testar deixo o código abaixo:

    Public Function Radiciacao(ByVal Radicando As Double, Indice As Double, Optional ByRef resto As Double = 0) As Double
    Dim radicandoAux As String, tamanho As Double, aux As Double, aux1 As Double, aux2 As Double, digito As Double, radicandoParcial As Double
    radicandoAux = CStr(Radicando)
    tamanho = Len(radicandoAux) Mod Indice
    If tamanho = 0 Then
    tamanho = Indice
    End If
    resto = 0
    Radiciacao = 0
    Do While radicandoAux <> ""
    radicandoParcial = Left(radicandoAux, tamanho)
    radicandoAux = Mid(radicandoAux, tamanho + 1)
    tamanho = Indice
    aux = (Radiciacao & "0") ^ Indice
    aux2 = (resto & String(Indice, "0")) + radicandoParcial
    For digito = 9 To 0 Step -1
    aux1 = (Radiciacao & digito) ^ Indice - aux
    If aux1 <= aux2 Then
    Exit For
    End If
    Next
    Radiciacao = Radiciacao & digito
    resto = aux2 - aux1
    Loop
    End Function

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lebregue. Sou péssimo em programação, mas ficou muito feliz que você deu um passo a diante neste assunto. Parabéns!

      Excluir
    2. Caro professor:

      Na verdade, esse método que codifiquei em forma de função em VBA no EXCEL é simples.

      Dada uma raiz qualquer de um número qualquer, por exemplo, raiz quinta de 1234567, procedemos da seguinte forma:

      1) Separamos o radicando em grupos de 5 algarismos da direita para a esquerda (se fosse raiz sexta seria de 6 algarismos, se fosse raiz sétima seria de 7 algarismos e assim por diante).
      Exemplo: 12.34567

      2) Determinamos a raiz quinta do primeiro grupo da esquerda para a direita.
      Exemplo: raiz quinta de 12 = 1.

      3) Em seguida, concatenamos o próximo grupo com este primeiro grupo já calculado e procuramos concatenar um algarismo à raiz 1 já encontrada, de tal forma que elevando à quinta potência a raiz assim formada, resulte no radicando formado pelos grupos concatenados.
      Exemplo: 12.34567 => 16 ^ 5 = 1.048.576

      Se quisermos continuar a operação basta adicionarmos grupos de 5 zeros ao radicando e calcular o próximo algarismo que concatenado à raiz já calculada e elevado á quinta potência resulte menor ou igual ao radicando 12.34567.00000.

      Como vê é um método simples e funciona para quaisquer raízes: quinta, sexta, décima, centésima, milésima, etc...

      Esse método eu deduzi à partir de alguns exemplos resolvidos do Método Geral da Radiciação que um blogueiro disponibilizou na Internet há alguns anos atrás. No momento não me lembro o nome dele.

      Excluir
  10. Bom dia professor Paulo... retomei alguns exercicios e estou muito confusa em relaçao a raiz cubica. Por exemplo o valor da rc de 1milhao dividida por raiz sexta de 1 milhao?

    ResponderExcluir
  11. Respostas
    1. Obrigado. Vejo que esse post é muito visitado em meu blog.

      Excluir
  12. Achei ótima a proposição do João Labrego (publicada em 28/12/2013) e deve ser de fácil implementação no Excel (não tentei). Contudo, parece-me que não é este o propósito do Prof. Paulo Sérgio, o qual é ensinar o processo, sem o auxílio de qualquer outro princípio senão o do conceito do cubo de um número. Caso contrário, também seria viável a utilização de logaritmos, com as velhas tábuas de logaritmos (os mais mais novos nem devem saber no que estou falando...).

    ResponderExcluir
  13. conheço uma maneira diferente de extrair quaisquer raizes.

    ResponderExcluir
  14. prof. Paulo Sérgio, queira me desculpar por não me apresentar. Acabei de publicar algo como anônimo. Meu nome é Geraldo e não sou prof., estou cursando Física à distância e gosto muito de matemàtica. A minha maneira è parecida com a sua, há lógica, porém não sei como publicá-la. uUm abraço.

    ResponderExcluir